PT/Prabhupada 0113 - É Muito Difícil Controlar a Língua

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0112
Próxima Página - Video 0114 Go-next.png

It is Very Difficult to Control the Tongue
- Prabhupāda 0113


Lecture on SB 5.6.2 -- Vrndavana, November 24, 1976

Raghunātha dāsa Gosvāmī era um seguidor muito estrito, e Caitanya Mahāprabhu também era um seguidor muito estrito. E Rūpa-Sanātana Gosvāmī eram seguidores muito estritos. Não é que uma pessoa que viva em Vṛndāvana com uma tanga, transforma-se em Rūpa Gosvāmī... Rūpa Gosvāmī estava constantemente ocupado. Nānā-śāstra-vicāraṇaika-nipuṇau sad-dharma-saṁsthāpakau lokānāṁ hita-kāriṇau. Eles viviam em Vṛndāvana, mas estavam constantemente a pensar em como beneficiar as pessoas deste mundo material. Tal como Prahlāda Mahārāja. Śoce tato vimukha-cetasa. A preocupação do sādhu é a de meditar nas pessoas materialistas. Eles estão sempre a pensar, a fazer planos, em como eleva-los porque estão a sofrer. Esse é um sādhu. Lokānāṁ hita-kāriṇau. O sādhu não é aquele que, "Eu mudei de roupa, e as pessoas, devido ao sentimentalismo, dar-me-ão roti, e eu comerei e dormirei." Esse não é um sādhu. Sādhu... Bhagavān, Kṛṣṇa, explica quem é o sādhu. Api cet su-durācāro bhajate mām ananya-bhāk sādhur eva sa mantavyaḥ (BG 9.30). Esse é o sādhu. É aquele que dedicou plenamente a sua vida a Kṛṣṇa. Esse é um sādhu. Mesmo que tenha alguns maus hábitos... Maus hábitos. Um sādhu não pode ter maus hábitos, porque um sādhu, ainda que tenha algum mau hábito no princípio, será rectificado. Śaṣvad bhavati dharmātmā. Kṣipraṁ bhavati dharmātmā śaśvac-chāntiṁ nigacchati. Os seus maus hábitos serão brevemente rectificados se ele for verdadeiramente um sādhu. Em pouco tempo. Não é que ele continua com os seus maus hábitos e continua a ser um sādhu. Isso não pode ser. O sādhu não é assim. Talvez devido aos seus hábitos passados tenha cometido algum erro. Isso poderá ser desculpado. Ma se ele, em nome de um sādhu e de uma pessoa liberada continua a fazer disparates, é um enganador. Ele não é um sādhu. Api cet su-durācāro. Cet, yadi, se por casualidade, isso é possível. Mas se ele permanece em consciência de Kṛṣṇa, então kṣipraṁ bhavati dharmātmā śaśvac-chāntiṁ nigacchati. No princípio pode ocorrer algumas falhas, mas teremos que observar se, "Os meus erros já foram corrigidos?" Essa é a vigilância que devemos ter. Nunca devemos confiar na mente. Essa é a instrução que se dá aqui. A mente nunca deve ser confiada. O meu Guru Mahārāja costumava dizer, "Depois de acordar, agarramos num sapato e batemos a nossa mente cem vezes. Essa é a primeira ocupação. E quando formos para a cama, agarramos num cabo de vassoura e batemos a nossa mente durante cem vezes. Então, poderemos controlar a nossa mente. De outra forma é muito difícil."

Este.... Este bater com os sapatos e o cabo da vassoura, é outro tipo de tapasya. Para pessoas como nós, que não temos nenhum controle sobre a mente, devemos praticar esta tapasya, batendo a mente com sapatos e o cabo da vassoura. Então, poderá ser controlada. E swami é aquele que tem controle sobre a mente. Vāco-vegam, krodha-vegam, udara-vegam, upastha-vegam, manasa-vegam, krodha-vegam, etān vegān yo viṣaheta dhīraḥ pṛthivīṁ sa śiṣyāt (NOI 1). Essa é a instrução de Rūpa Gosvāmī. Quando podermos controlar vāco-vegam... Isto é krandana-vegam. (risos) Eles não conseguem controlar. Não conseguem controlar. Por isso é que são crianças. A criança pode ser desculpada, mas se uma pessoa estiver na vida espiritual e não puder controlar não tem hipótese. Não tem hipótese. Isto, deve ser controlado. Vaco-vegam, krodha-vegam, udara-vegam, upastha vegam. Mas o mais importante é o udara-vegam e jihvā-vegam. Jihvā-vegam é muito exigente. Bhaktivinoda Ṭhākura disse que, "Todos os sentidos são difíceis, mas de todos eles, este jihvā é muito perigoso." Tā'ra madhye jihvā ati lobhamoy sudurmati tā'ke jetā kaṭhina saṁsāre. É muito, muito difícil, controlar a mente.