PTBR/Prabhupada 0015 - Não sou este corpo

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

Não sou este corpo
- Prabhupāda 0015


Lecture on BG 9.34 -- New York, December 26, 1966

Há seis sintomas da presença da alma. O crescimento é um dos mais importantes. Então o crescimento, assim que a alma está fora deste corpo, não há mais crescimento. Se a criança nasce morta, oh, não haverá crescimento. Oh, os pais vão dizer que esse corpo é inútil. Jogue-o fora. Da mesma forma, o Senhor Kṛṣṇa deu o primeiro exemplo à Arjuna, "Não pense que a centelha espiritual que está dentro do corpo, e que devido à presença dela, o corpo está crescendo desde a infância até a adolescência, da adolescência para a juventude, da juventude para à velhice. Portanto, quando este corpo se torna inútil, imperceptivelmente a alma abandona esse corpo."

Vāsāṁsi jīrṇāni yathā vihāya (BG 2.22)

Assim como nós abandonamos uma roupa velha e colocamos uma nova, da mesma forma, aceitamos outro corpo. E nós aceitamos outro corpo não de acordo com nossa vontade. A seleção depende das leis da natureza. A seleção depende das leis da natureza. Você não pode dizer no momento da morte, mas você pode pensar. Você pode dizer que, eu quero dizer, individualidade e o poder de seleção existem.

Yaṁ yaṁ vāpi smaran loke tyajaty ante kalevaram (BG 8.6)

Assim, no momento da sua morte, a sua mentalidade, de acordo com os seus pensamentos, você vai ter no próximo nascimento um corpo correspondente. Então, o homem inteligente, que não é louco, ele deve entender que ele não é este corpo. Essa é a primeira coisa. Eu não sou este corpo. Em seguida, ele vai entender, qual é o seu dever? Oh, em tanto que alma espiritual, qual é o seu dever? Seu dever é, como afirmado na Bhagavad-gītā no último verso do capítulo nove, o dever é man-manā bhava. Você está pensando em alguma coisa. Cada um de nós, encarnados, pensamos sobre algo. Não podemos ficar um momento sem pensar, Isso não é possível. Então esse é o nosso dever. Você pensa em Kṛṣṇa. Você pensa em Kṛṣṇa. Você vai ter que pensar em algo. Então, qual é o mal se você pensar em Kṛṣṇa? Kṛṣṇa tem tantas atividades, tantos livros, e tantas coisas. Kṛṣṇa veio aqui. Temos volumes e volumes de livros. Se você quiser pensar em Kṛṣṇa, nós podemos fornecer diversas literaturas que não podem ser lidas completamente mesmo se você ler por 24 horas durante toda sua vida. Então, para pensar em Kṛṣṇa, há suficiente material para fazê-lo. Pense em Kṛṣṇa. Man-manā bhava.

Oh, eu posso pensar em você. Assim como uma pessoa que está servindo seu chefe. Oh, ele está sempre pensando no chefe. Oh, eu tenho que estar lá às nove horas senão o chefe não vai gostar. Ele está pensando para alcançar algum propósito. Esse tipo de pensamento não vai resolver. Então, portanto, Ele diz: bhava mad-bhaktaḥ. "Apenas pense em Mim com amor." Quando o chefe, quando, eu quero dizer, quando o empregado pensa no chefe, não há amor. Ele está pensando nele apenas pelo dinheiro. "Porque, se eu não chegar ao escritório exatamente às nove horas, oh, chegarei atrasado e vou perder dois dólares." Portanto ele está pensando, não no patrão, ele está pensando no dinheiro. Esse tipo de pensamento não vai te salvar. Portanto Ele diz, bhava mad-bhaktaḥ. "Apenas torne-se Meu devoto. Então o seu ato de pensar em Mim vai ser bom." E o que é bhakti? Mad-bhaktaḥ.

Devocional... devoção significa serviço. Mad-yājī. Você deve prestar algum serviço ao Senhor. Assim como estamos sempre ocupados aqui. Sempre que vier aqui, vai nos encontrar engajados em alguma tarefa. Então, criamos alguma ocupação. Apenas para que possamos pensar em Kṛṣṇa.