PTBR/Prabhupada 0039 - O líder moderno é como uma marionete

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

O líder moderno é como uma marionete
- Prabhupāda 0039


Lecture on SB 1.10.3-4 -- Tehran, March 13, 1975

Então um rei ideal como Yudhiṣṭhira, ele pode governar não só sobre a terra, sobre o mar, em todo o planeta. Este é o ideal. (Lendo :) "A lei Inglês moderna de primogenitura, ou o direito de herança pelo primogênito, também era predominante naqueles dias em que Mahārāja Yudhiṣṭhira dominou sobre a terra e os mares. " Isso significa todo o planeta, incluindo os mares. (Lendo :) "Naqueles dias, o rei de Hastināpura, agora parte de Nova Deli, era o imperador do mundo, incluindo os mares, até a época de Mahārāja Parīkṣit, o neto de Mahārāja Yudhiṣṭhira. Seus irmãos mais novos estavam agindo como seu ministro e comandantes de Estado, e houve total cooperação entre os perfeitamente religiosos irmãos do rei. Mahārāja Yudhiṣṭhira era o rei ideal ou o representante do Senhor Śrī Kṛṣṇa... " O rei deve ser o representante de Kṛṣṇa. "... Para governar o reino da terra e foi comparável ao rei Indra, o governador representante do planeta celestial. Os semideuses como Indra, Candra, Sūrya, Varuṇa, Vāyu, etc, são reis representativos de diferentes planetas do universo. E da mesma forma Mahārāja Yudhiṣṭhira também era um deles, governando sobre o reino da terra. Mahārāja Yudhiṣṭhira não era um típico líder político, não iluminado, da democracia moderna. Mahārāja Yudhiṣṭhira foi instruído por Bhīṣmadeva e o Senhor infalível também, e, portanto, tinha pleno e perfeito conhecimento de tudo. O moderno chefe executivo eleito do estado é como uma marionete porque ele não tem poder real. Mesmo que ele seja iluminado como Mahārāja Yudhiṣṭhira, ele não pode fazer nada da sua própria boa vontade, devido à sua posição constitucional. Por isso, há tantos estados sobre a Terra, brigando entre si por causa de diferenças ideológicas ou outros motivos egoístas. Mas um rei como Mahārāja Yudhiṣṭhira não tinha nenhuma ideologia própria. Ele só tinha que seguir as instruções do Senhor infalível e de Seu representante, e o agente autorizado, Bhīṣmadeva. É instruído nos śāstras a necessidade de seguir a uma grande autoridade e ao Senhor infalível, sem qualquer motivo pessoal e ideologia fabricada. Portanto, era possível para Mahārāja Yudhiṣṭhira governar o mundo inteiro, incluindo os mares, porque os princípios eram infalíveis e universalmente aplicáveis a todos. A concepção de um Estado mundial só pode ser estabelecida se podemos seguir à autoridade infalível. Um ser humano imperfeito não pode criar uma ideologia aceitável para todos. Somente o perfeita e infalível pode criar um programa que é aplicável em todos os lugares e pode ser seguido por todos no mundo. É a pessoa que governa, e não o governo impessoal. Se a pessoa é perfeita, o governo é perfeito. Se a pessoa é um tolo, o governo é o paraíso de um tolo. Essa é a lei da natureza. Há tantas histórias de reis imperfeitos ou chefes executivos. Por isso, o chefe executivo deve ser uma pessoa treinada como Mahārāja Yudhiṣṭhira, e ele deve ter o poder autocrático completo para governar o mundo. A concepção de um Estado mundial pode tomar forma somente sob o regime de um rei perfeito como Mahārāja Yudhiṣṭhira. O mundo era feliz naqueles dias, porque havia reis como Mahārāja Yudhiṣṭhira para governar o mundo. " Permitamos que este rei siga Mahārāja Yudhiṣṭhira e mostre um exemplo de como a monarquia pode fazer o Estado perfeito. Há instruções nos śāstras, e se ele segue, ele pode fazer isso. Ele tem o poder. Então porque ele era tão perfeito rei, um representante de Kṛṣṇa, portanto, kāmaṁ vavarṣa parjanyaḥ (SB 1.10.4). Parjanyaḥ significa chuva. Assim, a precipitação é o princípio básico da oferta de todas as necessidades da vida, a precipitação. Por isso Krishna diz no Bhagavad-gītā, annād bhavanti bhūtāni parjanyād anna-sambhavaḥ (BG 3.14). Se você quiser fazer as pessoas felizes, tanto o homem e o animal ... Há também animais. Eles são ... Estes executivos estaduais malandros, às vezes eles fazem um show de benefício para os homens, mas nenhum benefício para o animal. Por quê? Por que essa injustiça? Eles também são nascidos nesta terra. Eles também são entidades vivas. Eles podem ser animais. Eles não têm inteligência. Eles têm inteligência, não tão boa quanto a do homem, mas isso significa que matadouro regular deve ser construído para matá-los? Isso é justiça? E não só isso, mas qualquer perssoa, se ele vier para o Estado, o rei deveria dar-lhe abrigo. Por quê distinção? Qualquer um se refugia: "Senhor, eu quero viver em seu Estado", então ele deve ter todas as possibilidades. Por quê isso de "Não, não, você não pode vir. Você é americano. Você é indiano. Você é isso?" Não. Há tantas coisas. Se, na verdade, eles seguem o princípio, os princípios védicos, em seguida, o rei ideal será um bom líder. E a natureza vai ajudar. Por isso se diz que durante o reinado de Mahārāja Yudhiṣṭhira, kākāmaṁ vavarṣa parjanyaḥ sarva-kāma-dughā mahī (SB 1.10.4). Mahī, a terra. Você obtém todas as suas necessidades a partir da Terra. Não cai do céu. Sim, cai do céu na forma de chuva. Mas eles não sabem a ciência, de como as coisas estão vindo da terra pelo arranjo diferente. Sob certas condições, a chuva cai, devido à influência astral também. Então tantas coisas são produzidas, as pedras valiosas, as pérolas. Eles não sabem como essas coisas estão vindo. Portanto, se o rei é piedoso, para ajudá-lo a natureza também colabora. E o rei, se o governo é ímpio, então a natureza não coopera.