PTBR/Prabhupada 0006 - Todos são Deus - O paraíso dos tolos

From Vanipedia
Jump to: navigation, search



Todos são Deus - O paraíso dos tolos
- Prabhupāda 0006


Lecture on SB 1.15.49 -- Los Angeles, December 26, 1973

Todo mundo é tomado pela soberba, "eu sei. Sei de tudo. Portanto, não há necessidade de buscar um guru." O método para se aproximar de um guru, um mestre espiritual, é: render-se, que "eu sei muitas bobagens, coisas inúteis. Agora gentilmente me ensine." Isso é chamado de submissão. Assim como Arjuna disse: śiṣyas te 'haṁ śādhi māṁ prapannam (BG 2.7). Quando houve discussão entre Arjuna e Kṛṣṇa, e o assunto não foi resolvido, então Arjuna rendeu-se a Kṛṣṇa, "Meu querido Kṛṣṇa, agora estamos falando como amigos. Mas chega de conversa amigável. Eu O aceito como meu mestre espiritual. Por favor, me ensine o que é o meu dever." Isso é a Bhagavad-gītā. Então, é preciso aprender. Tad-vijñānārthaṁ sa gurum eva abhigacchet (MU 1.2.12). Este é o preceito védico, que o que é o valor da vida? Como ela está mudando? Como estamos transmigrando de um corpo para outro? O que eu sou? Eu sou este corpo ou algo além, alguma coisa? Essas coisas tem que ser perguntadas. Essa é a vida humana. Athāto brahma jijñāsā. Estas perguntas devem ser feitas. Assim, nesta Kali-Yuga, sem qualquer conhecimento, sem qualquer questionamento, sem um guru, sem livro algum, todo mundo é Deus. Isto é tudo. Isso está acontecendo, o paraíso dos tolos. Então, isso não vai ajudar. Aqui, sobre Vidura... Ele também...

viduro 'pi parityajya
prabhāse deham ātmanaḥ
kṛṣṇāveśena tac-cittaḥ
pitṛbhiḥ sva-kṣayaṁ yayau
(SB 1.15.49)

Ele... Eu estava falando de Vidura. Vidura era Yamarāja. Assim, uma pessoa santa foi trazida até Yamarāja para ser punida. Então, quando a pessoa santa perguntou a Yamarāja, que "eu sou... Eu não me lembro de ter cometido qualquer pecado na minha vida. Por que eu fui trazido aqui para esse julgamento?" Então Yamarāja disse "Você não se lembra. Em sua infância você espetou uma formiga com uma agulha e ela morreu. Portanto, você tem que ser punido." Veja só. Na infância, em ignorância, por ter cometido algum pecado, ele teve que ser punido. E estamos voluntariamente indo contra o princípio da religião que diz "não matarás," nós abrimos milhares de matadouros, através da teoria absurda que diz que o animal não tem alma. Apenas por diversão. E isso está acontecendo. E queremos estar em paz.