PTBR/Prabhupada 0021 - Por que há tantos divórcios nesse país

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

Por que há tantos divórcios nesse país
- Prabhupāda 0021


Lecture on SB 6.1.26 -- Honolulu, May 26, 1976

Então, em geral é assim que a vida funciona. Todo mundo está envolvido nessas atividades materiais, e o princípio básico da atividade material é grhastha, a vida familiar. A vida em família, de acordo com sistema védico, ou em qualquer lugar, é a vida responsável de manter a esposa e os filhos. Todo mundo está envolvido. Eles acham que este é o único dever. "Manter a família, esse é o meu dever. O mais confortavelmente possível. Esse é o meu dever. " Não se pensa que este tipo de atividade é realizada até mesmo por animais. Eles também têm crianças, a quem alimentam. Qual é a diferença? Portanto aqui a palavra usada é mūḍha. Mūḍha significa burro de carga. Aquele que está envolvido em tais funções, bhuñjānaḥ prapiban khādan. Prapiban. Prapiban significa beber, e bhuñjānaḥ significa comer. Quando come, quando bebe, khādan, durante a mastigação, carva casya raja preya. Existem quatro tipos de comestíveis. Às vezes mastigamos, às vezes lambemos, (sânscrito), por vezes engolimos, e às vezes nós bebemos. Portanto, há quatro tipos de alimentos. Por isso cantamos catuḥ vidhā śrī-bhagavat-prasādāt. Catuḥ vidhā significa quatro tipos. Então, nós oferecemos para as deidades tantos alimentos dentro dessas quatro categorias. Algo é mastigado, algo é lambido, algo é engolido. Desse jeito.

Então bhuñjānaḥ prapiban khādan bālakaṁ sneha-yantritaḥ. O pai e a mãe cuidam dos filhos, como dar-lhes alimentos. Vimos que Mãe Yasoda está alimentando Krishna. A mesma coisa. Esta é a diferença. Estamos alimentando uma criança comum, o que é feito por cães e gatos mas Mãe Yasoda está alimentando Krishna. O mesmo processo. Não existe qualquer diferença no processo, senão que um coloca Kṛṣṇa no centro e o outro coloca qualquer excentricidade no centro. Essa é a diferença. Quando é centrado em Kṛṣṇa, então é espiritual, e quando é centrado em qualquer excentricidade, então é material. Não existe diferença entre o material ... Esta é a diferença. Há ... Assim como desejos luxuriosos e amor, amor puro. Qual é a diferença entre desejos luxuriosos e puro amor? Aqui nós estamos nos associando, homem e mulher, associando-nos com desejos luxuriosos, e Kṛṣṇa também está se associando com as gopis. Superficialmente eles parecem a mesma coisa. No entanto, qual é a diferença? Portanto, esta diferença foi explicada pelo autor do Caitanya-caritāmṛta, que o que é a diferença entre desejos luxuriosos e amor? Isso foi explicado. Ele disse, ātmendriya-prīti-vāñchā-tāre bali 'kāma' (CC Adi 4.165), "Quando eu quero satisfazer meus sentidos, isto é kāma". Mas kṛṣṇendriya-prīti-icchā dhare 'prema' nāma, "E quando queremos satisfazer os sentidos de Kṛṣṇa, então é amor, prema." Essa é a diferença. Aqui neste mundo material não há amor porque o homem e a mulher, eles não têm ideia de que "eu me associo com o homem, o homem que satisfaz desejos comigo. " Não. "Eu vou satisfazer meus desejos." Este é o princípio básico. O homem está pensando que "Associando-me com essa mulher, eu vou satisfazer o meu desejo", e a mulher está pensando que "Ao associar-me com este homem, vou satisfazer o meu desejo." Portanto, é muito comum nos países ocidentais, assim que houver dificuldade na gratificação dos sentidos pessoais, imediatamente há divórcio. Este é o pensamento por trás da quantidade de divórcios neste país. A causa principal é que "Assim que eu deixar de encontrar satisfação, então eu não quero." Isso é declarado no Śrīmad-Bhāgavatam: dāṁ-patyaṁ ratim eva hi. Nesta época, marido e mulher significa satisfação sexual, pessoal. Não há questão de que "Viveremos juntos; vamos satisfazer Kṛṣṇa sendo treinados em como fazê-lo. " Esse é o movimento da consciência de Kṛṣṇa.