PTBR/Prabhupada 0028 - Buda é Deus

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

Buda é Deus
- Prabhupāda 0028


Lecture on Sri Isopanisad, Mantra 1 -- Los Angeles, May 3, 1970

Gargamuni: (lendo :) "Também é errado considerar que simplesmente por se tornar um vegetariano alguém pode salvar a si mesmo da trangressão das leis da natureza. Legumes também têm vida. Uma vida é feita para alimentar outro ser vivo, e essa é a lei da natureza. Uma pessoa não deve ser orgulhosa de ser um vegetariano estrito. A questão é reconhecer o Senhor Supremo. Os animais não têm consciência desenvolvida para reconhecer o Senhor, mas um ser humano..."

Prabhupada: Esse é o ponto principal. Assim como existem os budistas, eles também são vegetarianos. De acordo com o princípio budista ... Hoje em dia tudo se deteriorou, mas a propaganda de Buda era fazer com que os patifes ao menos parassem de matar animais. Ahiṁsā paramo dharma. O aparecimento do Senhor Buda é descrito no Śrīmad-Bhāgavatam e em muitos textos védicos. Sura-dviṣām. Ele veio para enganar os demônios. Os demônios ... Ele criou uma tal diretriz que enganou os demônios. Como é que ele enganou? Os demônios, eles são contra Deus. Eles não acreditam em Deus. Então Buda propagou: "Sim, Deus não existe. Mas o que eu digo, você segue." "Sim, senhor." Mas ele é Deus. Isso é trapaça. Sim. Eles não acreditam em Deus, mas eles acreditam em Buda, e Buda é Deus. Keśava-dhṛta-buddha-śarīra jaya jagadīśa hare. Então essa é a diferença entre um demônio e um devoto. Um devoto vê como Kṛṣṇa, Keśava, está traindo esses patifes. O devoto pode entender. Mas os demônios, eles pensam: "Oh, nós temos um líder bom. Ele não acredita em Deus. " (Risos) Você vê? Sammohāya sura-dviṣām (SB 1.3.24). A palavra exata em sânscrito é afirmada no Srimad-Bhagavatam. Você viu, aqueles que leram: sammohāya, para desnortear sura-dviṣām. Sura-dviṣām, pessoas que têm inveja dos Vaisnavas. Os ateus, demônios, eles estão sempre com inveja dos devotos. Essa é a lei da natureza. Você vê esse pai. O pai tornou-se um inimigo de um filho de cinco anos de idade. Qual foi sua culpa? Ele era um devoto. Isso é tudo. Menino inocente. Simplesmente ele era, eu quero dizer, atraído pelo canto do mantra Hare Kṛṣṇa. O próprio pai, ele se tornou um inimigo ferrenho: "Matem esse menino." Então, se um pai pode se tornar inimigo, o que falar dos outros. Portanto, você deve sempre esperar que, assim que você se torna um devoto, o mundo inteiro torna-se seu inimigo. Isso é tudo. Mas vocês têm que lidar com eles, porque vocês são os designados servos de Deus. Sua missão é iluminá-los. Então você não pode ser. Assim como o Senhor Nityānanda, Ele estava ferido, mas ainda assim Ele liberou Jagāi-Mādhāi. Isso deve ser o seu princípio. Às vezes temos que enganar, às vezes temos de ser feridos - tantas coisas. O único dispositivo é como as pessoas podem tornar-se consciente de Kṛṣṇa. Essa é a nossa missão. De uma maneira ou outra esses patifes devem ser convertidos para a Consciência de Kṛṣṇa, seja por este ou por aquele caminho.