PTBR/Prabhupada 0342 - Nós somos todos pessoas individuais e Krishna é também uma pessoa individual

From Vanipedia
Jump to: navigation, search
Go-previous.png Página anterior - Video 0341
Próxima Página - Video 0343 Go-next.png

Nós somos todos pessoas individuais e Krishna é também uma pessoa individual
- Prabhupāda 0342


Lecture on CC Adi-lila 7.7 -- Mayapur, March 9, 1974

Cada um de nós entidades vivas, somos todos pessoas individuais, e Kṛṣṇa também é uma pessoa individual. Este é o conhecimento. Nityo nityānāṁ cetanaś cetanānām eko ​​yo bahūnāṁ vidadhāti Kaman (Kaṭha Upaniṣad 2.2.13). Kṛṣṇa, ou Deus, Ele também é nitya, eterno. Nós também somos nitya, eternos. Na hanyate hanyamāne śarīre (BG 2.20). Nós não morremos. Esse é o conhecimento preliminar de entendimento espiritual, que "Eu não sou este corpo, eu sou alma espiritual, ahaṁ brahmāsmi, mas eu sou individual." Nityo nityānām. Kṛṣṇa é uma pessoa individual; Eu também sou uma pessoa individual. Quando Kṛṣṇa diz que sarva-dharmān parityajya mām ekaṁ śaraṇaṁ vraja (BG 18.66), isso não significa que eu me torno um com Kṛṣṇa, ou que vou me fundir na existência de Kṛṣṇa. Eu mantenho a minha individualidade, Kṛṣṇa mantém a sua individualidade, mas eu concordo em cumprir Sua ordem. Portanto, Kṛṣṇa diz no Bhagavad-gītā para Arjuna que "Eu te falei tudo." "Agora, qual é a sua decisão?" Individual. Não é que Kṛṣṇa está forçando Arjuna. Yathecchasi tathā kuru: (BG 18.63) "Agora, o que você quiser, pode fazer." Essa é a individualidade.

Então este é o conhecimento supremo, que, esta filosofia Māyāvāda, prega que para se tornar um, deve-se fundir na existência, fundir-se na existência significa que nós nos fundimos com a ordem de Kṛṣṇa. Nossa individualidade no momento presente é māyā, porque estamos a planejar muitas coisas. Portanto a sua individualidade e a minha individualidade estão em confronto. Mas quando não houver mais confronto - nós vamos concordar "o ponto central é Krishna" - que é a unidade, não que perdemos nossa individualidade. Então, como se afirma em toda a literatura védica e falado por Kṛṣṇa, somos todos indivíduos. Todos indivíduos. Svayam bhagavān ekale īśvara. A diferença é que Ele é o governante supremo, īśvara. Īśvara significa governante. Na verdade, Ele é governante, e nós também somos governantes, mas somos governantes subordinados. Portanto, Ele é ekale īśvara, um governante. Īśvaraḥ paramaḥ kṛṣṇa, no Brahma-saṁhitā. Ekale īśvara. Īśvara não podem ser muitos. Isso não é īśvara. A filosofia Māyāvāda que prega que todo mundo é Deus, não é uma conclusão muito certa. Isso é patifaria. Kṛṣṇa diz, mūḍha. Na māṁ prapadyante mūḍhāḥ (BG 7.15). Aquele que não se submete à īśvara supremo, o Senhor Supremo, você deve saber perfeitamente bem que "Aqui é um mūḍha, patife," porque nem todo mundo pode se tornar īśvara. Isso não é possível. Caso contrário não haveria significado para īśvara. Īśvara significa o governante. Suponha que estamos em um grupo, como este, nossa Sociedade Internacional. Se todo mundo se tornar governante ou ācārya, então como ele pode ser gerenciado? Não. Deve haver alguma liderança. Esse é o princípio em nossa vida prática. Nós seguimos nossos líderes políticos. Não podemos dizer que "eu pertenço a este partido" a menos que eu siga um líder. Isso é natural.

Então essa é a declaração védica, nityo nityānāṁ cetanaś cetanānām (Kaṭha Upaniṣad 2.2.13). Deve haver um líder, o líder da mesma qualidade, nitya. Eu sou nitya, Kṛṣṇa é nitya. Kṛṣṇa também é uma entidade viva; Também sou uma entidade viva. Nityo nityānāṁ cetanaś cetanānām. Então, qual é a diferença entre Kṛṣṇa e eu? A diferença é que existem duas nityas ou dois cetanaś. Um é descrito como número ímpar, e o outro é descrito como um número par. Nityo nityānām. Este é nityānām número par, e nitya é o número ímpar. Assim, Deus é nitya, um, número ímpar, e nós estamos sendo governados. Nós somos número par. Esta é a diferença. E como Ele está governando o número par? Porque eko yo bahūnāṁ vidadhāti kāmān. Ele está fornecendo todas as necessidades da vida de todos estes números pares; Ele, portanto, é īśvara, Ele é Kṛṣṇa, Ele é Deus. Aquele que oferece todas as necessidades da vida, Ele é īśvara, Ele é Kṛṣṇa, Ele é Deus. Assim, podemos muito bem entender que estamos sendo mantidos por Kṛṣṇa, e por que não deveríamos ser governados por Ele? Isso é um fato.