PTBR/Prabhupada 0851 - Repetição de Mastigar o mastigado. Esta é a vida material

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

Repetição de Mastigar o mastigado. Esta é a vida material
- Prabhupāda 0851


750306 - Lecture SB 02.02.06 - New York

Nitai: "Assim, estando firme, deve-se prestar serviço até a Superalma situada no próprio coração de todos por Sua onipotência. Porque Ele é a Personalidade de Deus Todo-poderoso, eterno e ilimitado, Ele é o objetivo final da vida, e adorando-O pode-se acabar com a causa do estado condicionado da existência."

Prabhupada:

evaṁ sva-citte svata eva siddha
ātmā priyo 'rtho bhagavān anantaḥ
taṁ nirvṛto niyatārtho bhajeta
saṁsāra-hetūparamaś ca yatra
(SB 2.2.6)

Então, na noite passada, discutimos sobre o por quê uma pessoa deve se preocupar com sua manutenção e ir mendigar a uma pessoa que está muito orgulhosa de sua riqueza. Ele pode organizar a sua própria condição de vida. A condição de vida é āhāra-nidrā-bhaya-maithunaṁ (Hitopadeśa 25). Até aqui, a pessoa está na ordem de vida renunciada, então ... Ele deve antes de tudo renunciar à vida sexual e ao estado de medo. Este é um renunciado. Assim como aqui há muitos brahmacārīs, sannyāsīs. Considera-se que eles estejam na ordem renunciada, especialmente o sannyāsī, e vanaprastha, brahmacārī. Renunciado. A primeira renúncia é renunciar à gratificação dos sentidos. Portanto, a pessoa, na ordem renunciada é chamada de svāmī. Svāmī significa mestre. Ou gosvāmī. Então go significa "sentidos", e svāmī significa "mestre". Aquele que se tornou mestre de seus sentidos, ele é gosvāmī ou svāmī. Caso contrário, se a pessoa é serva de seus sentidos, como ela pode ser svāmī ou gosvāmī? Cada palavra tem significado. Então, é preciso renunciar. Esta é a vida material. Vida material significa todo mundo está empenhado para a gratificação dos sentidos, e isto é tomado como o avanço da civilização. A mesma gratificação dos sentidos de maneiras diferentes, intoxicação, comer carne, vida sexual; ou ir para o clube, ou clube de nudismo, ou este clube. Portanto, a prática é a mesma. Punaḥ punaś carvita-carvaṇānām (SB 7.5.30), a repetição de mastigar o mastigado. Esta é a vida material.

Assim a ordem renunciada significa parar; não parar, mas pelo menos controlar a gratificação dos sentidos. Isto é ordem renunciada. E sem estar em ordem renunciada você não pode ir para o mundo espiritual. Assim como se a sua, sua mão estivesse lá, você tem algo que não é muito bom dentro da sua mão, e se você quiser tomar algo melhor, então você tem que jogar isso fora e pegar a outra coisa, a melhor. Você não pode manter ambas as coisas. Isso não é possível. Portanto, qual é a diferença entre a vida material e a vida espiritual? Vida material significa, meramente, cheia de problemas, a cada passo. Padaṁ padaṁ yad vipadāṁ (SB 10.14.58). Absolutamente perigoso. Estamos montados muito bem, confortavelmente, em um carro Cadillac ou automóvel, mas estamos montando em perigo, isso é tudo. Estamos dirigindo; a qualquer momento o carro pode ser esmagado, especialmente no seu país. A qualquer momento. Então eu deveria me sentar em casa? Não. Em casa também pode haver muitos perigos. Estamos em perigo. Simplesmente estamos tentando neutraliza-lo. Isso é chamado de avanço da civilização. Os animais, eles dependem da proteção da natureza. Mas nós somos seres humanos; estamos utilizando a nossa consciência superior, inteligência superior, da mesma forma. A Rússia está fabricando uma, que é chamada, arma, bomba atômica. Então ... Nuclear, sim. E a América também está tentando. E o gato e cão, eles estão tentando proteger por suas unhas e dentes. Portanto, a verdadeira questão é a defesa. Assim, a defesa é... Não é que devido a isto que temos uma vida melhor do que os gatos e os cães, não temos que defender. Temos que defender. Isto é... Mas de uma maneira melhor. Não é a melhor maneira - afinal, nós temos que morrer. Então, de qualquer maneira, nós pensamos que é a melhor maneira de defesa.