PTBR/Prabhupada 0855 - Se eu parar meu prazer material, então minha vida de prazer está terminada. Não

From Vanipedia
Jump to: navigation, search



Se eu parar meu prazer material, então minha vida de prazer está terminada. Não
- Prabhupāda 0855


750306 - Lecture SB 02.02.06 - New York

Então, desde que permanecemos neste mundo material, Eu posso ser o senhor Indra, o Senhor Brahma, ou o presidente da América, ou isto ou aquilo - você não pode evitar essas quatro coisas. Essa é a existência material. Esse é o problema. Mas se você quiser resolver o problema, então este é o processo dado: o nivṛtta. Anyābhilāṣitā-śūnyaṁ. Não aspire pelo prazer material. O prazer está lá. Não pense que "Se eu parar meu prazer material, então minha vida de prazer está terminada." Não. Ela não está terminada. Assim como um homem doente: ele também está comendo, ele também está dormindo, ele está também tendo outras funções, mas aquele... Seu comer, dormir, e o comer e dormir do homem saudável não são a mesma coisa. Da mesma forma, o nosso gozo material - comer, dormir, acasalar e defender - isto está com, cheio de perigos. Não podemos desfrutar sem qualquer impedimento. Há muitos obstáculos.

Portanto, se queremos esta felicidade ininterrupta... A felicidade está lá. Assim como um homem doente, ele também está comendo, e o homem saudável está comendo. Mas ele está sentindo um sabor amargo. Um homem com icterícia, se você lhe der doces de açúcar, ele vai sentir um gosto muito amargo. Isso é um fato. Mas a mesma pessoa que é curada da icterícia, ela irá saboreá-lo muito doce. Da mesma forma, na condição de vida material há muitas inebriações, não podemos aproveitar a vida plenamente. Se você quiser pleno gozo da vida, então você deve vir para a plataforma espiritual. Duḥkhālayam aśāśvatam (BG 8.15). Este mundo material foi descrito no Bhagavad-gita, que este é duḥkhālayam. É o lugar de misérias. Então, se você diz: "Não, eu fiz arranjo. Tenho agora um bom, um belo saldo bancário. Minha esposa é muito boa, meus filhos são também muito bons, então eu não me importo. Eu permanecerei no mundo material", Krishna diz aśāśvatam: ".. Não, senhor Você não pode viver aqui. Você vai ser chutado para fora." Duḥkhālayam aśāśvatam. Se você concordar em ficar aqui, nesta condição miserável de vida, isto também não é permitido. Sem domicílio permanente. Tathā dehāntara-prāptir.

Então, esses problemas... Onde é que os cientistas estão discutindo sobre estes problemas? Mas os problemas estão lá. Quem quer desistir de tudo, seja qual for a família que ele tenha? Todo mundo tem família, mas ninguém quer desistir de sua família. Mas pela força, ele é levado embora. O homem está chorando, "Oh, eu estou indo agora. Agora estou morrendo. O que vai acontecer com a minha esposa, meus filhos?" Ele é forçado. Você deve sair. Portanto, este é o problema. Então, onde está a solução do problema? Não há nenhuma solução para o problema. Se você quiser solução do problema, então Krishna diz,

mām upetya kaunteya
duḥkhālayam aśāśvatam
nāpnuvanti mahātmānaḥ
saṁsiddhiṁ paramāṁ gatāḥ
(BG 8.15)

"Se alguém vem a mim", mām upetya, "Então ele não tem que voltar, mais uma vez, neste mundo material cheio de misérias." Então aqui Sukadeva Gosvami está sugerindo que você se torne devoto. Todos os seus problemas serão resolvidos.