PTBR/Prabhupada 0008 - Krishna afirma: "Eu sou o pai de todos"

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

Krishna afirma: "Eu sou o pai de todos"
- Prabhupāda 0008


Janmastami Lord Sri Krsna's Appearance Day Lecture -- London, August 21, 1973

Então, pelo menos na Índia, todas as grandes personalidades, pessoas santas, sábios e acāryas, eles têm cultivado esse conhecimento espiritual tão bem e tão profundamente, e não estamos tirando proveito disso. Não é que esses śāstras e diretrizes são destinadas para os indianos ou para os hindus ou para brāhmaṇas. Não. São destinados a todos. Porque Kṛṣṇa afirma:

sarva-yoniṣu kaunteya
sambhavanti mūrtayaḥ yaḥ
tāsāṁ mahad brahma yonir
ahaṁ bīja-pradaḥ pitā
(BG 14.4)

Kṛṣṇa afirma: "Eu sou o pai de todos." Portanto, Ele está muito ansioso para nos tornar tranquilos, felizes. Assim como o pai quer ver seu filho bem situado e feliz; Da mesma forma, Kṛṣṇa também quer ver cada um de nós feliz e em boa situação. Portanto, Ele vem às vezes. Yadā yadā hi dharmasya glānir bhavati (BG 4.7). Este é o propósito do aparecimento de Kṛṣṇa. Portanto, aqueles que são servos de Kṛṣṇa, devotos de Kṛṣṇa, eles devem tomar a missão de Kṛṣṇa. Eles devem assumir a missão de Kṛṣṇa. Essa é a versão de Caitanya Mahāprabhu.

āmāra ajñāya guru hañā tāra ei deśa
yare dekha, tare kaha, 'kṛṣṇa'-upadeśa
(CC Madhya 7.128)

Kṛṣṇa-upadeśa. Apenas tente pregar o que Kṛṣṇa disse na Bhagavad-gītā. Esse é o dever de todo indiano. Caitanya Mahāprabhu diz:

bhārata-bhūmite manuṣya janma haila yāra
janma sārthaka kari para-upakāra.
(CC Adi 9.41)

Então os indianos, os indianos são destinados ao para-upakāra. Os indianos não são destinados a explorar os outros. Isso não é o negócio dos indianos. A história indiana é toda voltada para o para-upakāra. E antigamente, pessoas de todas as partes do mundo costumavam vir para a Índia para aprender o que é a vida espiritual. Até Jesus Cristo foi para lá. E da China e de outros países. Isso é história. E estamos esquecendo nossa própria riqueza. Isso é o quanto somos insensíveis. Esse grande movimento, a consciência de Kṛṣṇa, está acontecendo em todo o mundo, mas os nossos indianos são insensíveis, o nosso governo é insensível. Eles não seguem. Esse é o nosso infortúnio. Mas é a missão de Caitanya Mahāprabhu. Ele diz que qualquer indiano, bhārata bhūmite manuṣya janma, se ele é um ser humano, ele deve fazer a sua vida perfeita, aproveitando esta literatura védica e distribuir o conhecimento em todo o mundo. Isso é para-upakāra. Assim, a Índia pode fazer. Eles estão verdadeiramente valorizando. Estes europeus, os jovens norte-americanos, eles estão percebendo como é grande... recebo diariamente dezenas de cartas sobre como eles são beneficiados por este movimento. Na verdade, esse é o fato. É dar a vida para o homem morto. Então eu vou pedir especialmente aos indianos, especialmente a Sua Excelência, gentilmente colabore com esse movimento, e tente fazer a sua vida e a dos outros bem sucedida. Essa é a missão de Kṛṣṇa, o aparecimento de Kṛṣṇa. Muito obrigado.