PTBR/Prabhupada 0011 - É possível adorar Krishna mentalmente

From Vanipedia
Jump to: navigation, search

É possível adorar Krishna mentalmente
- Prabhupāda 0011


Lecture on BG 4.28 -- Bombay, April 17, 1974

No Bhakti-rasāmṛta-sindhu, tem uma história... na verdade, trata-se de uma história real. Está descrito lá que um brāhmaṇa - ele era um grande devoto - ele queria oferecer um serviço brilhante, arcanā, de adoração no templo. Mas ele não tinha dinheiro. Mas um dia ele estava assistindo uma classe sobre o Bhāgavata e ele ouviu que Kṛṣṇa pode ser adorado mesmo através da mente. Então, ele aproveitou a oportunidade pois ele estava pensando nisso há muito tempo, em como adorar Kṛṣṇa esplendidamente, mas ele não tinha dinheiro.

Então, quando ele entendeu esta instrução, de que é possível adorar Kṛṣṇa mentalmente, então, depois de tomar banho no rio Godāvarī, ele sentou debaixo de uma árvore e, na sua mente, ele construiu um lindo siṁhāsana, trono, enfeitou-o com jóias e, mantendo a deidade no trono, ele estava banhando a Deidade com água do Ganges, Yamunā, Godāvarī, Narmadā, Kāverī. Então ele estava vestindo a Deidade maravilhosamente e, em seguida, ofereceu adoração com flores, guirlanda. Em seguida, ele estava cozinhando deliciosamente, e ele estava fazendo paramānna, arroz doce. Então, ele quis experimentar, para ver se estava muito quente. O paramānna é comido frio. Paramānna não é comido muito quente. Então ele colocou o dedo no paramānna e seu dedo queimou. Então sua meditação foi quebrada, pois não havia nada. Simplesmente ele estava fazendo tudo dentro da mente. Mas ele viu que estava com o dedo queimado. Então ele ficou surpreso. Desta forma, Nārāyaṇa de Vaikuṇṭha, Ele estava sorrindo. Lakṣmījī perguntou,

"Por que você está sorrindo?"

"Um de Meus devotos está me adorando. Então mande Meus homens para trazê-lo imediatamente para Vaikuntha."

Portanto, bhakti-yoga é tão bom que, mesmo se você não tem meios para oferecer à Deidade um lindo culto, você pode fazê-lo dentro de sua mente. Isso também é possível.